Fibrose é o resultado final de reações inflamatórias crônicas induzidas por vários estímulos como infecções, reações auto-imunes e alérgicas, lesões teciduais, aumentando a quantidade de colágeno no tecido. Consequentemente, a fibrose causa retração e irregularidade nos tecidos, podendo levar a dor.

Fibrólise é um evento fisiológico onde ocorre a quebra do tecido fibroso. Miofibrólise é a quebra de tecido fibroso no sistema miofascial. O objetivo da miofibrólise terapêutica é tratar a disfunção dos tecidos miofasciais através de instrumentos ergonomicamente projetados para eliminar as restrições fibróticas que limitam a mobilidade e flexibilidade dos tecidos.

É uma técnica não invasiva, indicada para pacientes com disfunções dos tecidos moles contráteis e não contráteis associadas as tendinopatias, lesões musculares, compressões neurais, trigger points, e também é utilizado com a finalidade de relaxamento muscular. Aderências cicatriciais pós-cirúrgicas também são indicações para o tratamento de miofibrólise terapêutica.