Dor no ouvido, zumbido, sensação de ouvido tapado? A causa pode ser a DTM!

Já sentiu dor no ouvido, procurou um otorrinolaringologista e ele falou que você não tem nada?? Ouve zumbidos frequentes?? Já sentiu a sensação do seu ouvido estar cheio de água ou tapado?? Esses são alguns sintomas da disfunção temporomandibular. E a fisioterapia pode te ajudar! Vou explicar como…

A disfunção na articulação temporomandibular, chamada de DTM, é uma condição que afeta estruturas da mastigação, podendo ou não ter os seguintes sintomas: dor na ATM, dor na face e no pescoço, ruídos e/ou dificuldade de abrir e fechar a boca, cansaço e/ou tensão na região das bochechas, dor de cabeça, dor no ouvido, zumbido e sensação de ouvido tapado.

Um recente estudo concluiu que a plenitude auricular (sensação de ouvido tapado), o zumbido e a otalgia (dor no ouvido), são os sintomas mais frequentes associados a DTM. De fato, ainda não está totalmente esclarecida esta associação, porém, estudos acreditam que a fisiopatologia dos sintomas otológicos em pacientes com DTM pode ser devido à proximidade anatômica da ATM, músculos inervados pelo nervo trigêmeo e estruturas da orelha. Teorias descrevem que a DTM poderia causar danos aos nervos auriculotemporais ou levar a um ajuste inadequado da pressão intratimpânica, bloqueando a tuba auditiva, produzindo sintomas otológicos.

Outra teoria foi proposta alegando que a hiperatividade dos músculos mastigatórios pode induzir uma contração reflexa secundária do músculo tensor do palato mole causando função ineficiente da tuba auditiva, daí os sintomas otológicos. Uma vez que o ouvido médio e interno recebe impulsos do nervo trigêmeo e nervos simpáticos do ouvido médio através do plexo timpânico, outros autores especulam que esses pontos de entrada podem ser responsáveis ​​pela associação entre DTM e sintomas otológicos.

Percebendo a presença de sintomas otológicos associados à DTM, outros estudos foram realizados para verificar a possibilidade de redução de sintomas pela realização de terapia conservadora para DTM (fisioterapia), e acharam uma redução significativa nos sintomas de zumbido, otalgia e plenitude auricular.

Há varias possíveis teorias que tentam explicar a relação dos sintomas no ouvido com a DTM, mas frequentemente esses sintomas estão relacionados com a presença de dor e pontos gatilhos miofasciais na região cervical, cintura escapular e musculatura mastigatória. A avaliação feita por um fisioterapeuta especializado busca critérios que determinem a associação desses sintomas com a disfunção, visando uma melhor conduta de tratamento. Porém, é importante que o paciente que sentir essas sensações no ouvido, seja avaliado também por um otorrinolaringologista, pois são necessários exames auditivos específicos para descartar qualquer alteração no aparelho auditivo.

Referências: Relationship between Otological Symptoms and TMD

Diagnostic Criteria for Somatosensory Tinnitus: A Delphi Process and Face-to-Face Meeting to Establish Consensus 

Incidence of Otologic Symptoms and Evaluation of the Organ of Hearing in Patients with Temporomandibular Disorders (TDM)

Prevalence of otologic signs and symptoms in adult patients with temporomandibular disorders: a systematic review and meta-analysis


mm

Graduada em Fisioterapia pelo Instituto Brasileiro de Medicina e Reabilitação, realizou MBA em Fisioterapia Traumato-Ortopédica e Fisioterapia Esportiva. Ainda possui especialização na área de Dor Orofacial e Disfunção Temporomandibular. Cursa o 1º ano da formação de Osteopatia pelo Instituto Docusse de Osteopatia e Terapia Manual (IDOT). É instrutora de Pilates por amor à terapia através do movimento. Rio de Janeiro - RJ


Leave a Reply